domingo, 10 de maio de 2009

O Talento e o Génio da Palavra



Nasceu a 10 de maio de 1913, em Lisboa e passou pela vida cultural do País de então como um cometa onde a declamação da palavra alcançou níveis grandiosos. Foi actor e encenador, mas recordamo-lo, sobretudo como declamador de poesia, dando a um País cinzento as palavras de Miguel Torga, Fernando Pessoa ou José Régio de uma forma genial.

Num País de grande pobreza e analfabetismo e de horizontes culturais limitadíssimos fez na RTP programas onde prestou um serviço educativo de grande alcance.

Não é excessivo dizer que cinquenta anos depois do seu desaparecimento físico, ninguém conseguiu suplantar os valores emotivos e de transcendência que as palavras de diversos poetas com ele alcançaram. Nesta simples evocação deixamos em baixo uma amostra do seu talento, num Poema de José Régio.

video

(Imagem, in garatujando.blogspot.com)

Sem comentários: