sexta-feira, 24 de abril de 2009

Canções de Abril ...

Neste mês, quando a Primavera já se iniciou, e as andorinhas começam a regressar, os sons dos dias que juntaram nas palavras a indignação e um tempo diferente. A beleza de encontros em caminhos de chuva, onde a ternura perdida em desencontros procurava renascer em todos os dias que o sorriso nos podia dar um outro amanhecer. Neste mês de celebração de revoluções, uma, a mais importante, a que está dentro de nós.


video


Nasceu na Bélgica, e antes de todos os protestos e descobertas fez nascer um universo novo.Trouxe-nos no coração, com entusiasmo, verdade e beleza. Basta ouvi-lo para ainda hoje compreendermos a sua entrega, o sorriso de criança abalado entre a alegria e a solidão, mas sempre com o rasgo de génio e humildade que só alguns conseguem demonstrar. É, talvez, o maior património da cultura francesa neste tempo em que a Lei Imperial torna quase todas as músicas uniformes, destruindo os patrimónios particulares. Chamava-se Jacques Brel, é também um cantor de Abril, na medida em que neste mês nasceu para toda a Humanidade, com a paisagem da beleza na voz e nos olhos.


video

Sem comentários: